No dia a dia, aquela correria insana: expediente, trânsito, estudos, carreira, chefe,prazos e metas. Na sexta-feira, um happy-hour para ver se os pensamentos se distraem. Mas não tem jeito: a cabeça continua fervilhando, a cidade não para, o relógio é influenciado por...